Florianópolis é uma cidade que guarda diversas atrações histórico-culturais. Entre elas, destaca-se o Museu do Homem do Sambaqui. O espaço é especializado em arqueologia pré-histórica e reúne mais de cinco mil peças — algumas com aproximadamente oito mil anos.

Criado em 1964 pelo Padre João Alfredo Rohr, o Museu do Homem do Sambaqui é tombado tanto pelo estado de Santa Catarina quanto pelo Governo Federal. Localizado no Centro de Florianópolis, o espaço conta com esqueletos milenares em bom estado de conservação e que foram encontrados na própria ilha.

Agora que você conhece um pouco da história do Museu do Homem do Sambaqui, que tal descobrir as atrações do espaço? Então não deixe de ler os próximos parágrafos! 

Acervo arqueológico

Em seu acervo, o Museu do Homem do Sambaqui possui esqueletos com cerca de mil anos e que ajudam a entender um pouco mais sobre a história do próprio Brasil. Além disso, é possível observar pontas de flechas e cerâmicas da tradição Tupi-Guarani, o que nos leva a uma verdadeira viagem por alguns dos costumes de nossos ancestrais.

Acervo zootécnico

O Museu do Homem do Sambaqui é endereço certo para quem gosta e admira a fauna brasileira. Ele reúne exemplares de animais empalhados, como onças, falcões, garças e tucanos. A coleção, além de retratar a nossa riqueza e diversidade natural, também serve como um alerta para os riscos de extinção de espécimes encontradas em território brasileiro.

Acervo numismático

Essa coleção é um retrato da transformação e evolução da economia brasileira — um passeio pela história por meio de moedas antigas. O turista observará exemplares cunhados em diversos momentos do país, como os períodos colonial, imperial e republicano.

Acervo litúrgico

A relação do homem com a espiritualidade, também, é retratada no Museu do Homem do Sambaqui. O espaço contém vestes religiosas para celebrações (como missas e eucaristias), além de casulas datadas do século XX, estolas, manípulos e urnas funerárias.

Acervo geológico

Além das peças arqueológicas, o Museu guarda materiais rochosos e minerais essenciais para compreender as mudanças e transformações pelas quais passou o planeta Terra. Lá, o visitante encontrará rochas metamórficas que possuem dois bilhões de anos, rochas sedimentares que ultrapassam os 280 milhões de anos e gemas preciosas.

Acervo malacológico

Carapaças de vieiras, ostras de mergulhos, caramujos raros e outros moluscos também fazem parte do acervo do museu. Os espécimes foram encontrados nas praias de Santa Catarina e contam um pouco da fauna litorânea do sul do país.

O Museu do Homem do Sambaqui funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 13h30 às 17h30. Porém, é necessário agendamento prévio pelo telefone (48) 3251-1516 ou pelo site oficial do museu. Aproveite e programe um horário para levar a família para conhecer as atrações do local, afinal, é um excelente passeio para levar as crianças e se divertir aprendendo! Não perca tempo!

Gostou deste artigo sobre o Museu do Homem do Sambaqui e seu acervo histórico e encantador? Então não deixe de conferir este texto com algumas das principais atrações museológicas de Florianópolis para você visitar! 

 

Escreva um comentário