As condições naturais que garantem a viabilidade da vida no planeta exigem que tenhamos uma postura cuidadosa em relação ao descarte do lixo urbano, principalmente para não afetar a infraestrutura dos balneários. Isso torna necessário buscar medidas que conscientizem as pessoas sobre o acúmulo de lixo nas praias.

Nessa perspectiva, vamos apresentar alternativas que visam evitar o despejo de lixo em locais inadequados para não gerar consequências danosas ao meio ambiente. Confira algumas sugestões para preservar a beleza natural das nossas praias e mantê-las atrativas para todos que buscam essa forma de lazer e diversão.

Saiba a origem do lixo nas praias

Uma matéria amplamente divulgada pelo Instituto Oceanográfico da USP (IO/USP) abordou uma pesquisa que mostrou de onde vem o lixo nas praias: cerca de 80% dele é originado no meio terrestre. Diversos fatores influenciam o acúmulo de dejetos na areia e na água das praias do Brasil e do mundo.

Grande parte desse problema resulta da falta de informação e da postura educacional em relação à importância de adotar atitudes que preservem a sustentabilidade do planeta. Outra questão preocupante é a destinação incorreta dos resíduos domésticos. Geralmente, eles são lançados deliberadamente em locais inapropriados, como vias públicas, leito dos rios e nas águas dos mares.

Logo, isso decorre da gestão inadequada do lixo urbano e da ausência de políticas públicas que fiscalizem melhor as atividades econômicas. Além da poluição ambiental, esse problema coloca em xeque atividades de lazer, pois essas atitudes irresponsáveis comprometem a qualidade das praias e afetam o turismo.

Adote ações para reduzir o lixo nas praias

Listamos algumas ações que ajudam a diminuir o impacto do descarte de lixo incorreto. Veja quais são!

Descarte os resíduos em local adequado

Priorizar boas atitudes e adequar os hábitos em benefício da preservação ambiental é essencial para a continuidade da vida no planeta. Por isso, além de recolher todo o lixo produzido em casa ou no trabalho, convém acondicioná-lo em locais apropriados para facilitar o descarte correto e evitar prejuízos à saúde e ao ambiente.

Leve sacolas para armazenar o seu lixo

Quando for à praia, lembre-se de levar sacola para armazenar o lixo produzido durante o passeio. Se todas as pessoas adotassem esse pequeno gesto — de separar algumas sacolinhas biodegradáveis para essa função — faria bastante diferença na paisagem da praia e na saúde coletiva.

Conheça a Pousada dos Chás

Estimule a reciclagem

Separe o lixo para reciclagem: latas, plásticos e lixo orgânico devem ter destinos diferentes. A adoção desse costume representa um grande passo em defesa do meio ambiente, pois evita que esses materiais cheguem aos mares e poluam as praias. Além disso, a reciclagem evita que o chorume infiltre nos solos e polua os mananciais de água.

Divulgue campanhas educativas sobre o tema

Para incentivar mudanças de atitudes quanto ao descarte do lixo, muitos programas promovem campanhas que induzem à reflexão sobre os comportamentos mais adequados em relação ao destino do lixo produzido.

Crianças, jovens e adultos são motivados a participar de ações que consistem na limpeza de praias em diferentes países do globo, inclusive no Brasil. Essas estratégias geram excelentes resultados por estimularem medidas mais conscientes de proteção à natureza.

Seja um exemplo

A educação é uma forma poderosa de mudar atitudes prejudiciais a si mesmo ou aos outros. Mais do que isso: em defesa da estabilidade e da vida no planeta, desenvolver o hábito de não jogar lixo nas águas faz toda a diferença.

Como você pôde perceber, apostar no poder transformador da educação pode levar a alterações comportamentais positivas quanto ao problema do lixo nas praias. Além disso, ainda é possível estimular novos hábitos, impactar pessoas, proteger a saúde e conquistar objetivos pelo bom exemplo.

Gostou deste post? Compartilhe-o nas redes sociais com os seus contatos para que eles também conheçam as nossas publicações!

 


Escreva um comentário