Passar as férias com a família traz momentos de descanso e de lazer para todos. Para isso, a escolha do lugar ideal precisa ser feita pensando nos adultos e nas crianças. Nesse contexto, considere Florianópolis como destino, pois a cidade traz várias opções de locais lindos e tranquilos, como o Parque Municipal da Lagoa do Peri.

Localizada ao sul da Ilha de Santa Catarina, a lagoa possui água totalmente potável e, com seus 5 km² de espelho d’água, é considerada a maior da costa. Por ser um recanto mais calmo, o espaço é bastante procurado por banhistas no verão.

Saiba mais sobre as principais características dessa reserva lendo o post a seguir!

Breve história da Lagoa do Peri

A história da lagoa remonta ao século XVIII, com a ocupação da Freguesia de Nossa Senhora da Lapa do Ribeirão — núcleo de colonização açoriana — que tinha como finalidade a efetivação da posse lusitana do território, pois ele também era disputado pelos espanhóis.

No ano de 1976, houve o tombamento da Lagoa do Peri como Patrimônio Natural. Em 1981, a área de 20 km² em torno da lagoa foi transformada em parque. Em 1997, iniciaram-se as obras de construção da sede do Parque, tendo como principal órgão apoiador o Fundo Nacional do Meio Ambiente.

Os habitantes da região são bem reservados. E o fato de a energia elétrica ter demorado para chegar à região fez com que a comunidade mantivesse características e atividades antigas.

Dentre elas estão a agricultura, as práticas artesanais de produção da farinha de mandioca e a manutenção de alambiques para a produção de aguardente de cana.

Conheça a Pousada dos Chás

Parque ecológico

Por ser uma reserva biológica rica em fauna e flora, o Parque é um amplo campo de pesquisas e estudos ambientais. Com a preservação e a regeneração da Mata Atlântica original, ele é um dos principais ecossistemas da região.

Sendo assim, o Parque da Lagoa do Peri é dotado de três áreas distintas:

  1. A reserva biológica — destinada unicamente à preservação.
  2. A paisagem cultural — área onde se encontram os assentamentos dos herdeiros dos primeiros colonizadores açorianos com seus engenhos.
  3. A área de lazer — com infraestrutura para os visitantes.

Além disso, o Parque é tido como berçário de animais típicos e também de espécies em extinção. Desse modo, ao andar pelo local, o visitante poderá encontrar bichos como macaco-prego, lontra e gralha-azul. Caso tenha sorte, ele poderá avistar por lá um jacaré-de-papo-amarelo, que é inofensivo ao homem, segundo os biólogos.

Bandeira Azul

Foundation for Environmental Education (FEE) ou, em português, Fundação para Educação Ambiental, deu o ponta pé inicial no programa Bandeira Azul em 1987, na Europa. Porém, o título só chegou ao Brasil em 2004.

O selo visa certificar marinas e praias que cumprem uma série de critérios baseados em princípios de gestão ambiental e que tenham qualificação na segurança e na infraestrutura. Por isso, esse é um reconhecimento que existe em poucos lugares do mundo.

Entretanto, essa certificação foi concedida à Lagoa do Peri pelo terceiro ano consecutivo em 2017. Para recebê-la, a lagoa precisou passar por três instâncias de avaliação, que são compostas pelo operador nacional do programa, pelo júri nacional e, finalmente, pelo júri internacional.

Atividades

O Parque apresenta uma boa variedade de atrações. Os turistas podem fazer piqueniques, trilhas, conhecer cachoeiras e os antigos engenhos coloniais. A pescaria de linha de mão, os passeios de barco, caiaque, entre outros meios não motorizados, também são permitidos.

As crianças podem se divertir em um parque infantil com área arborizada, gangorras, balanços, escorregadores e outros brinquedos. Na sede do parque há banheiros, um bar e lanchonete, bem como um estacionamento com vagas para 200 carros e um posto salva-vidas.

Com sua área verde, suas águas calmas e sua diversidade biológica, o Parque Municipal da Lagoa do Peri é uma ótima opção para passar as férias e as folgas em família. Não há hospedagem no local, mas os visitantes podem se hospedar com conforto próximo à região.

Gostou de saber um pouco mais sobre esse local que encanta a todos? Então compartilhe este post em suas redes sociais e ajude seus amigos e parentes a conhecê-la também e assine nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos sobre Floripa e região.


Escreva um comentário