Uma das praias mais frequentadas durante a temporada de verão na Ilha da Magia, a Praia Mole em Floripa, é um dos principais destinos de surfistas ou turistas que curtem esportes radicais, agitação e um belo pôr do sol ao som de música eletrônica.

Nessa praia, você vai encontrar gente jovem e descolada se bronzeando nas areias fofas ou mergulhando no mar gelado e de ondas fortes, uma das principais características das praias do leste da ilha. Em dias de vento, a paisagem do local se modifica e os parapentes tomam conta do céu, pois os praticantes aproveitam a encosta sul como rampa de decolagem.

Situada entre a Praia da Joaquina e a Barra da Lagoa, a Praia Mole é uma das mais famosas de Florianópolis. Quer saber mais sobre o local e incluir o destino em seu roteiro? Então confira o nosso post!

Conheça a história da Praia Mole, em Floripa

“A vida é dura, mas a praia é mole”. Quem mora na Ilha da Magia ou circula pela região certamente já escutou essa frase, em referência à Praia Mole, que antes se chamava Praia do Retiro da Lagoa.

A origem de seu nome remete às características de sua areia, bastante fofa, que afunda ao ser pisada. Para os pescadores, o chão da praia é “mole”, daí a nova denominação.

Até a década de 1980, a praia era frequentada, principalmente, por surfistas à procura de ondas altas. Não havia nenhuma infraestrutura, o que afastava os demais turistas. No entanto, após a instalação de um complexo hoteleiro na região, o local passou a receber a visita de banhistas com os mais diversos perfis.

Apesar dessa ampliação na quantidade de turistas, a praia ainda tem a maior parte da vegetação da orla preservada. Para chegar até a areia, é necessário percorrer uma trilha, fazendo com que os turistas se sintam verdadeiramente em um refúgio natural.

Na ponta sul da praia, o costão tem um formato característico, que lhe rendeu o apelido de “dragão da Mole”. No canto oposto, as formações rochosas lembram um índio. Na frente da praia, mas em mar aberto, fica a Ilha do Xavier, onde é possível pescar ou praticar mergulho.

Saiba como chegar à Praia Mole

Localizada na região leste da Ilha da Magia, a Praia Mole fica a cerca de 15 km do centro histórico. Para chegar até ela, o melhor caminho é seguir pelo Morro da Lagoa, a partir da região central de Florianópolis.

Depois da Lagoa da Conceição, siga pela Avenida das Rendeiras até chegar à Rodovia Francisco Thomaz dos Santos (SC-406). Após a descida do morro, você logo verá placas de estacionamentos, localizados próximos à entrada para a praia. Depois de estacionar, é preciso seguir uma pequena trilha até a areia.

Também é possível fazer esse percurso no sentido norte-centro, por aproximadamente 20 km, chegando à Praia Mole pelo Itacorubi. Como a praia é muito frequentada no verão, especialmente aos finais de semana, podem ocorrer engarrafamentos nas rodovias em alguns horários.

É indicado deixar o carro durante o período em que estiver na praia em um dos estacionamentos da região, que também oferecem ducha.

Fique de olho na infraestrutura

Não há banheiros públicos na praia. Além das duchas nos estacionamentos, para tirar a areia antes de entrar no carro, é possível encontrar quiosques e restaurantes na orla, que são os únicos locais onde há sanitários.

Alguns quiosques oferecem serviço de aluguel de cadeiras, guarda-sois e até pranchas de surfe, para quem quiser se aventurar nas ondas. A praia tem 960 metros de extensão, entre os dois costões (do índio e do Dragão da Mole).

Como a praia é de tombo e tem ondas fortes, conta com um dos postos Salva-Vidas mais bem equipados de toda a ilha.

Descubra quem frequenta a Praia Mole

Não importa a qual tribo você pertença, a Praia Mole oferece um espaço reservado! O local só não é muito adequado para famílias com crianças pequenas ou pessoas com mobilidade reduzida, seja em função da falta de infraestrutura, seja por causa das características da praia, com ondas altas e fortes e com profundidade que aumenta de forma repentina (tombo).

No entanto, vários outros públicos têm espaço reservado na praia, em meio à beleza exuberante da natureza. Confira!

Surfistas e esportistas

Apesar de a Praia Mole já ter sido descoberta por outros públicos, ainda hoje, a maior parte de seus frequentadores são surfistas. O local, inclusive, é palco de vários campeonatos, em função das ondas, além de outros esportes náuticos, como o kitesurf.

Além dos surfistas, a Praia Mole atrai praticantes de parapente e outras pessoas interessadas em práticas esportivas, como corrida ou caminhada. No half 32, skatistas têm espaço para a prática de manobras.

Ponto de encontro entre amigos

Como a praia é frequentada especialmente pelo público jovem, é considerada um bom ponto de encontro entre amigos, que se reúnem nos diversos barzinhos localizados à beira-mar.

Tais locais, além de servirem refeições e lanches, também são ponto de encontro para paquerar e conhecer novas pessoas. As comemorações de carnaval na região são famosas, além da realização de festas com música e fogueira ao anoitecer. O Luau da Praia Mole, inclusive, faz parte do calendário de eventos da cidade.

Naturistas

Ao lado esquerdo do Bar do Deca, há uma trilha partindo do Morro do Índio, com cerca de 300 metros, em direção à Galheta, uma praia frequentada por adeptos do naturismo (embora a prática não seja obrigatória).

Confira o que fazer na Praia Mole

Como você notou, opções de lazer e diversão não faltam na Praia Mole. Além dos bares, quiosques e restaurantes locais e das práticas esportivas, vale a pena conhecer alguns outros pontos da região.

Trilha do Gravatá

O início da trilha fica perto da rampa onde são realizados os voos de parapente. Sem quiosques, restaurantes ou infraestrutura, a pequena enseada tem apenas 60 metros e algumas casas de pescadores.

A trilha proporciona uma visão espetacular da região, especialmente no ponto conhecido como pico do morro, de onde partem os parapentes. Aliás, quem quiser se aventurar no salto, pode contar com instrutores, que saltam em dupla, levando o turista.

Mirante Ponto de Vista

Outro lugar que possibilita uma vista incrível do local é o Mirante Ponto de Vista, também conhecido como Mirante da Praia Mole.

Dele, é possível avistar as Dunas da Joaquina, a Praia do Moçambique e parte da Barra da Lagoa, além da Lagoa da Conceição.

Praia da Galheta

De fácil acesso, a praia é um local frequentado por nudistas. Porém a prática do naturismo é opcional e, se você não se sentir confortável, não há problemas em frequentá-la com roupa de banho.

A praia faz parte do Parque Municipal da Galheta, com vegetação e entorno bastante preservados. Nas águas transparentes, é possível observar vários cardumes.

Barra da Lagoa

Vizinha à Praia Mole, a Praia da Barra da Lagoa tem acesso fácil e bem sinalizado. Com longa faixa de areia e mar azul e tranquilo, a praia recebe um público diversificado, com muitos moradores, idosos e famílias com crianças.

No local existem algumas escolas de surf, para adultos e crianças, e espaço para a prática de stand up paddle.

Atravessando o Canal da Barra pela passarela, depois de 100 metros, é possível chegar até a Prainha da Barra. Mais uma caminhada de cerca de 300 metros leva à trilha íngreme (com 600 metros) que chega até as Piscinas Naturais. O lugar não é exatamente uma praia, mas uma fenda no costão, com paisagem de tirar o fôlego!

Mais cerca de 15 minutos de caminhada, com subidas e descidas, levam até a Praia da Galheta.

Agitação e vida noturna

Na Praia Mole, os bares e quiosques tocam música o dia inteiro. Durante o período de Carnaval, é no Bar do Deca que acontece uma das mais famosas festas do país, atraindo turistas de todo o Brasil.

Na alta temporada, a agitação segue durante a noite, com festas e pocket shows nos bares locais.

Encontre um bom lugar para se hospedar

Apesar de existir infraestrutura hoteleira na Praia Mole, Florianópolis tem muito mais a oferecer: várias praias, lagoa, museus, igrejas e opções de passeio por toda a ilha. Por isso, o ideal é encontrar um local aconchegante para se hospedar, com acesso fácil para todos os pontos de interesse.

Uma dica é buscar lugares que ofereçam conforto, privacidade e atendimento de excelência. Afinal, durante as férias, além do roteiro turístico e de todos os passeios, também é preciso relaxar, para voltar com as energias renovadas, não é?

Como a ilha é grande e conta com hotéis e pousadas dos mais diversos tipos, vale a pena pesquisar a localização, a infraestrutura oferecida e também a avaliação de outros hóspedes, em sites de busca, como o TripAdvisor, ou mesmo no site e redes sociais do próprio empreendimento.

Independentemente do local onde você se hospedar, a Praia Mole em Floripa deve fazer parte de seu roteiro. Como você percebeu, o lugar é incrível, com lindas paisagens e inúmeros atrativos para todos os tipos de público.

Quer descobrir como fazer uma pesquisa eficiente sobre as melhores opções de hotel? Confira as dicas para encontrar o lugar ideal para passar as suas férias!





loading…


Escreva um comentário