Na praia do Campeche, em Florianópolis, Santa Catarina, a natureza é abundante, o que torna o lugar ideal para quem procura belas paisagens e tranquilidade. Além disso, a região conta com boa infraestrutura e é ótima para relaxar, comer bem e ficar em paz curtindo o sol.

O Campeche está entre os bairros mais desenvolvidos do sul de Florianópolis e, mesmo assim, permanece um lugar tranquilo. Quer saber mais sobre essa região? Então, continue a leitura e veja por que você deveria incluí-la no roteiro da viagem!

Motivos para visitar a praia do Campeche

Neste momento, você pode estar se questionando o que essa área tem de tão especial. Vamos explicar tudo direitinho para que você se empolgue em conhecer esse lugar paradisíaco. Conheça 6 motivos especiais para visitar o Campeche.

1. Muita tranquilidade

Antigamente conhecida como Vila do Pontal, os seus primeiros habitantes eram famílias que moravam na Lagoa da Conceição e partiam para o Sul da ilha para viver do cultivo de pequenas lavouras. Todavia, com o passar dos anos, a pesca ganhou força por conta da proximidade com o mar e se tornou a atividade principal da região.

Nesse sentido, a praia acabou se transformando em um lugar com atmosfera tranquila, algo muito típico de vilas de pescadores. O mais interessante é que mesmo que tenha se desenvolvido e receba diversos visitantes, o sossego ainda reina.

2. Bela paisagem

Florianópolis conta com diversas praias lindíssimas com areia clara e fina e água cristalina, e a praia do Campeche é mais um exemplo disso! Essas condições são perfeitas para se refrescar em dias quentes, para uma caminhada pela areia ou para curtir um dia de sol diante de uma bela paisagem.

Outro diferencial é que devido à sua longa extensão é possível encontrar pontos protegidos por bancos de areias e vegetação, o que aumenta a preservação e agrega mais beleza e tranquilidade ao local.

3. Proximidade com a Ilha do Campeche

O bairro é um dos pontos de partida dos passeios de barco que seguem para a Ilha do Campeche. Esse é um dos atrativos mais famosos de Floripa devido a sua natureza e importância histórica. Por lá, você poderá apreciar belas paisagens, mergulhar e fazer trilhas para observar as inscrições rupestres.

As trilhas têm duração e dificuldades variadas e devem ser acompanhadas por um monitor. A trilha da Pedra Fincada, por exemplo, tem grau de dificuldade baixo e pode ser percorrida em cerca de 30 minutos. Já a trilha da Volta Norte tem duração de 2 horas e exige um certo preparo dos turistas.

Por se tratar de uma área de preservação, há um controle de visitantes na ilha e pode ser necessário fazer a reserva do passeio, especialmente em épocas de maior movimento.

Além disso, a infraestrutura para o turismo não é tão extensa — há algumas opções para alimentação, mas é recomendo levar água e lanche. Contudo, após o passeio você pode aproveitar as comodidades do bairro do Campeche para ir em bares, cafés ou restaurantes antes de retornar para a hospedagem.

Conheça a Pousada dos Chás

4. Diversidade de atrações

A praia fica localizada no bairro do Campeche, uma região que oferece uma série de atrações interessantes para os visitantes. Além da Ilha do Campeche, vale a pena, por exemplo, conhecer o Morro do Lampião, que possibilita uma linda visão do sul da ilha.

O visitante ainda pode se banhar na Lagoa Pequena, formada por água doce e igualmente tranquila. Outra dica para incluir no roteiro são as Dunas do Campeche, que contam com uma área de 121 hectares e que foi tombada como Patrimônio Natural e Paisagístico. Além disso, é possível aproveitar o passeio e incluir uma parada na Praia da Joaquina, vizinha ao Campeche.

5. Rica gastronomia

O Campeche oferece ótimos passeios e também é uma região excelente para se deliciar com uma rica gastronomia que agrada adultos e crianças. Por lá, os restaurantes e bares oferecem pratos diversificados. Todavia, a especialidade da região são frutos do mar e a renomada sequência de camarão.

Essa variedade culinária é encontrada em diversos pontos. Logo na entrada principal da praia há boas opções de lanchonetes para tomar sorvete, tomar açaí, almoçar ou jantar. Dentro do bairro, especificamente na Avenida Pequeno Príncipe e na Avenida Campeche, há restaurantes especializados. Assim, você encontrará facilmente comida vegetariana, italiana, japonesa, oriental, além de churrascarias e pizzarias.

6. Público variado

As características da praia, as belas paisagens e a boa infraestrutura fazem com que ela receba um público variado. Esportistas aproveitam os pontos com mar mais agitado para a prática de surf. Já famílias se beneficiam da faixa de areia extensa para aproveitar o dia com as crianças em um local menos movimentado. A presença de casais e idosos também é frequente por lá.

Como chegar a praia do Campeche

A praia do Campeche fica na parte sul da ilha e é possível chegar lá de carro ou transporte público. Para quem deseja fazer o trajeto de ônibus, uma das opções é pegar as linhas que saem do Terminal Ticen, no centro, e seguem para o bairro.

Se a ideia for realizar o trajeto de carro, há algumas alternativas de acordo com o ponto de origem:

  • região central: seguir pela Rod. Gov. Aderbal Ramos da Silva e a SC-405 até a Av. Pequeno Príncipe;
  • região norte: quem estiver hospedado na parte norte da ilha, como Jurerê, pode pegar a Rod. José Carlos Daux, a Rod. Gov. Aderbal Ramos da Silva e a SC-405 até a Av. Pequeno Príncipe;
  • região norte, Praia dos Ingleses: outra alternativa é ir pela Praia dos Ingleses e fazer o percurso pela Rod. João Gualberto Soares, passando pela Barra da Lagoa e Lagoa da Conceição até a Av. Campeche e a Av. Pequeno Príncipe.

Diante de todos esses diferenciais, não há como negar que a praia do Campeche é o lugar ideal para quem procura relaxar ou se aventurar com a família, comer bem e ainda aproveitar a calmaria da natureza. Esperamos que as dicas do texto tenham mostrado um pouco do que você encontrará por lá!

Gostou de conhecer mais sobre esse destino? Quer dicas sobre outras praias de Florianópolis? Então, acesso o nosso post e saiba mais sobre a Praia Mole!

 


Escreva um comentário