Em 1753, duas embarcações portuguesas que seguiam com destino ao Rio Grande do Sul naufragaram e, dos 250 colonos, menos de 80 teriam sobrevivido. Parte deles passou a viver na região, na companhia dos índios que lá habitavam.

Apesar do acontecimento trágico que marcou o local e deu origem ao seu nome, a praia dos Naufragados possui uma paisagem deslumbrante que atrai muitos turistas.

Neste texto, vamos explicar como fazer para visitar essa praia cheia de história. Acompanhe!

Conheça a paisagem paradisíaca

Praia em área de conservação ambiental

Localizada a 40 km do centro de Florianópolis, Naufragados está em uma área de reserva, no Parque Estadual do Tabuleiro, extremo sul da Ilha de Santa Catarina. O acesso é possível por embarcações ou a pé, utilizando uma trilha.

Como não existem hotéis ou pousadas próximos, a única opção para o visitante que queira dormir por lá é acampar. Apesar disso, há restaurantes abastecidos de cerveja gelada e saborosos pratos com frutos do mar na região.

Trilha até a praia dos Naufragados

A trilha, de dificuldade fácil, começa no ponto final da Rodovia Baldicero Filomeno, na Caeira da Barra do Sul. Tanto o trajeto de barco quanto o caminho da trilha começam no mesmo ponto, que conta com um estacionamento para quem for até ali de carro.

Ao longo de 2,6 km, são avistadas cachoeiras e ruínas de construções coloniais antigas. Uma das atrações mais famosas é o Farol dos Naufragados.

Não há risco de se perder: a trilha é bem marcada e há placas educativas sobre espécies da fauna e flora local. Na única bifurcação do trecho, o caminho à direita é o que leva ao farol, de onde é possível avistar praias vizinhas — como a dos Sonhos, em Palhoça. Também nas proximidades estão as ilhas Três Irmãs, Moleques do Sul e Araçatuba.

Seguindo em ritmo tranquilo pela trilha principal, a praia dos Naufragados surgirá no horizonte em menos de uma hora.

Conheça a Pousada dos Chás

Veja alguns cuidados que devem ser adotados

Agora que você já sabe como chegar até lá, vale lembrar alguns cuidados para garantir a diversão de toda a família no passeio. Os itens a seguir são básicos e é importante pensar neles ao fazer as malas e antes de começar a trilha.

Mantenha-se hidratado

Pode parecer óbvio, mas muita gente se esquece da importância de se hidratar bem antes e durante uma trilha. Para encarar a da praia dos Naufragados, não é diferente: você precisará beber bastante água.

Portanto, leve um cantil ou garrafinha com você e garanta que os outros membros da família façam o mesmo. No percurso, é possível encontrar riachos para fazer pequenas pausas e se refrescar.

Utilize protetor solar

Muita gente vai à praia e se esquece de levar itens essenciais, não é mesmo? Por isso, vale o lembrete: capriche no filtro solar. Um bom repelente também pode ser útil.

Após uma hora de caminhada por uma área coberta por espécies da Mata Atlântica, sua pele vai agradecer pelos cuidados!

Opte por roupas e calçados confortáveis

Coloque roupas leves e calçados confortáveis na bagagem. Outros itens importantes são trajes de banho, toalha, boné e uma máquina fotográfica.

O ideal é calçar uma bota para caminhada ou um par de tênis antiderrapante. Se chover na praia, a trilha poderá ficar escorregadia e um tanto perigosa.

Visitar a praia dos Naufragados, como vimos, exige planejamento. Em compensação, proporciona acesso a uma paisagem de tirar o fôlego, além da memória de acontecimentos históricos de quase três séculos atrás!

Agora que você está mais preparado para encarar essa aventura, deixe um comentário no post com as suas dúvidas e conte seus planos para a gente!

Ficou interessado em saber mais sobre os encantos da praia de Floripa? Então, assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos sobre seu próximo destino de viagem.

 


Escreva um comentário